Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

25 Setembro de 2009 | 16h58 - Atualizado em 25 Setembro de 2009 | 18h04

Concluídas 100 moradias sociais do Projecto Camama

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Governo constrói mais 100 casas sociais

Foto: Angop

Luanda  – Cem das duas mil e 500 casas sociais que o Governo está a construir no quadro do "Projecto Camama", no
município do Kilamba Kiaxi, em Luanda, encontram-se concluídas, disse o director-geral da construtora angolana Emproe, Silva Neto.

Em entrevista hoje (sexta-feira) à Angop em Luanda, o responsável disse tratar-se de residências localizadas na zona A, cuja
urbanização compreende quintais vedados, arruamentos asfaltados, iluminação pública, redes de esgotos, água canalizada, entre outros serviços.

As habitações comportam uma suite, casa de banho, dois quartos, uma sala, cozinha, garagem e compreende cerca de 110 metros
quadrados de zona livre. A área do lote varia dos 500 a 600 metros quadrados.

Silva Neto fez saber que as moradias concluídas serão atribuídas aos seus beneficiários a qualquer momento e a sua edificação foi
aprovada pelo Governo Angolano em 2003.

"Urbanização do projecto abarca ainda áreas de lazer e sociais como escolas, centros de saúde, estabelecimentos comerciais, campos desportivos.

De acordo com a fonte, num outro lote de residências (zona B) estão a ser finalizados os trabalhos das redes técnicas, para
posteriormente iniciar-se com a execução dos arruamentos.

A execução do projecto, resultou de um financiamento do Banco de Poupança e Crédito (BPC) e de uma parceria entre a Emproe e a 
empresa da Malásia MKP, para minimizar o problema da escassez de habitação e como contribuir para o crescimento ordenado da
cidade capital.