Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

24 Novembro de 2009 | 06h11 - Atualizado em 24 Novembro de 2009 | 06h10

População considera razoável preço do tecto-falso em gesso

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda – Munícipes de Luanda consideraram segunda-feira razoável os preços praticados na comercialização de tectos-falsos pré-fabricados em gesso, alegando ser justo uma vez que a exploração/produção interna não se faz sentir.

Uma reportagem sobre a aplicação do gesso na reconstrução nacional permitiu apurar que em determinadas lojas o preço das peças de tecto-falso pré-fabricados em gesso varia em função do tamanho e características.

A maioria dos citadinos interpelados pela Angop convergiu na ideia de que os preços vão de encontro com o binómio procura/oferta, onde o primeiro sobrepõe-se substancialmente ao segundo devido à escassez do produto no país.

Assim sendo, uma peça de 2.16 metros quadrados do tipo fissurado oscila entre dois mil e 253 kwanzas e 2.059 kz, enquanto as do modelo Pladur (cartonado) de dois metros e trinta centímetros quadrado está a ser comercializado ao preço de dois mil kwanzas.

Pedro de Almeida admitiu estarem tais preços ao alcance das suas possibilidades, razão pela qual está a finalizar a sua obra sem qualquer sobressalto. Acrescentou que apesar da escassez do gesso em Angola tem tido facilidade em adquirir caixas de tecto falso.

Hélder Pacavira referiu, por sua vez, que apesar de os preços serem razoáveis tem encontrado dificuldades para conseguir esse material por falta de estabelecimentos que o comercializam na zona do Zango.

Para o cidadão Paulo Bastos, quando se trata de construção, o preço do material não pode ser muito levado em conta, embora quanto mais baixo melhor. “O gesso é um material que permite dar acabamentos ao gosto do proprietário do imóvel” – salientou.

De acordo com a projectista Matilde Ferraz, do ponto de vista arquitectónico, o gesso afigura-se como o melhor material para a garantia da estética interior de residências, seja para tecto falso, alisamento das paredes ou emolduramento, dada a sua plasticidade.

Morais Costa, estudante de arquitectura da Universidade Privada de Angola, disse prever o aumento da procura do gesso no mercado devido aos distintos programas do Governo inerentes a construção de infra-estruturas na vertical, sobretudo o de auto-construção dirigida.

Segundo alertou o estudante, urge a necessidade de construção de mais fábricas de gesso no país e apostar-se mais na prospecção e exploração como forma de aproveitar-se melhor os recursos existentes no solo angolano e reduzir-se a importação da matéria-prima.

 “Do pouco que sei apenas temos uma fábrica de gesso no Kwanza Sul, que não consegue cobrir todo o país” – recordou, concluindo que mais investimentos do Governo no sector, mais facilidade teria a população de dar acabamentos às suas casas.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 22/08/2013 17:38:55

    Governador provincial inteira-se do restauro do largo Sagrada Família

    O governador provincial de Luanda, Bento Francisco Bento, inteirou-se hoje (quinta-feira) das obras de revitalização do Largo Sagrada Família, cuja conclusão está prevista para final de Setembro deste ano. O largo está a beneficiar de novo tapete asfáltico, calçada em pedra, iluminação ...

  • 22/08/2013 17:31:30

    Trânsito na rua do Kikagil reaberto à circulação

    Com uma extensão de um quilómetro e 300 metros, a abertura do referido troço visa diminuir o engarrafamento diário registado nas vias de acesso e saída da capital nos três períodos do dia. A intervenção na via visou igualmente acomodar o tráfego de forma mais segura, garantir o conforto e a ...

  • 21/08/2013 16:26:03

    Estrada Futungo/Benfica recebe nova camada de asfalto

    A empreitada, que teve início no princípio do corrente mês, decorre em direcção ao entroncamento de ligação ao Lar do Patriota e enquadra-se no programa de reabilitação das ruas estruturantes da cidade de Luanda. O projecto de reabilitação do troço, que possui uma extensão de cerca de dois ...

  • 19/08/2013 15:28:19

    Arruamentos do Zango 4 beneficiam de iluminação pública

    Luanda - Os arruamentos do bairro Zango 4, no município de Viana, em Luanda, beneficiam desde o princípio deste mês da instalação de postes de iluminação pública, visando a comodidade e segurança aos moradores e transeuntes. A Angop constatou hoje (segunda-feira) que a zona está igualmente a ...